Pedro Villas-Boas e Veloso Amaral confirmados no Caramulo Motorfestival

Pedro Villas-Boas e Veloso Amaral confirmados no Caramulo Motorfestival

Os pilotos Pedro Villas-Boas e Veloso Amaral vão marcar presença na XVII edição do Caramulo Motorfestival, que decorre nos dias 2, 3 e 4 de Setembro.

Pedro Villas-Boas é considerado um nome de referência na modalidade de todo-o-terreno. Foi um dos primeiros portugueses a aventurar-se no Paris Dakar.

Participou pela primeira vez em 1982, acompanhado por Pedro Cortês e José Megre, com um UMM Cournil. Voltou a competir em 1984 e 1987. Participou no Camel Trophy, o qual terminou em segundo lugar, com a mesma pontuação que a equipa vencedora.

É o sócio-fundador do Clube Aventura, que organizou várias provas de TT ao longo de todo o país, e em diversas modalidades como provas de navegação, trial e regularidade. Juntamente com José Megre e Carlos Barbosa, organizou, em 1987, a primeira competição de todo-o-terreno em Portugal, a Baja 500 Portalegre que passados mais de 30 anos se realiza.


Veloso Amaral é detentor de uma longa carreira desportiva, contando com cerca de 400 provas realizadas.

Desde as rampas aos circuitos, dos ralis ao todo-o-terreno, o piloto de Mangualde começou nos finais da década de 60 por disputar provas de perícia ao volante de Hillman Imp.

Porém, foi em Angola que ingressou oficialmente na competição automóvel, estreando-se em 1971 aos comandos de um Mitsubishi Colt 1100. Três anos volvidos regressava a Lisboa, onde adquiriu um Renault 12TS com o qual competiu durante quatro épocas.

Entre 1978 e 1988 apresentou-se em prova com os mais variados automóveis, entre os quais o Toyta KE25, Hilman IMP, Simca Rallye 2, Alpine Turbo, Renault 5 GT Turbo, Renault 11 Turbo II. Foi pioneiro no mítico traçado da Rampa do Caramulo, a qual disputou ao volante do Hilman IMP.

A sua incursão pelo todo terreno deu-se em 1988 com um VW 1302 S. Em 1989 terminou nove dos dez ralis em que alinhou com um Citroën AX Sport vencendo a classe por oito vezes e ainda estreou um UMM Alter 2 na prova de Portalegre.


O Caramulo Motorfestival é organizado pelo Museu do Caramulo em parceria com o Automóvel Club de Portugal e conta com o apoio da Aston Martin, Maserati, Castrol, Alfa Romeo, Fiat, Jeep, Abarth, Kia, Toyota, Hyundai, Sagres 0.0%, Cauny, Hot Wheels, Carglass, Martin Miller’s, Michelin, Prio, Strong Charon, Cartrack, Murganheira, Speedflag, Fidelidade, Ascendum, Câmara Municipal de Tondela, Turismo do Centro, Antena 1, RTP, Jornal dos Clássicos e banco BPI | Fundação la Caixa.